PORTO DO ITAQUI GANHA MANUTENÇÃO DOS BERÇOS

PORTO DO ITAQUI GANHA MANUTENÇÃO DOS BERÇOS

PORTO DO ITAQUI GANHA MANUTENÇÃO DOS BERÇOS


FONTE: INFORMATIVO DOS PORTOS – CADERNO: DESTAQUE – DATA : 05.11.2020

O pacote de obras de melhorias da infraestrutura do Porto do Itaqui ganhou reforço na última
semana com os serviços de monitoramento da profundidade (batimetria) e dragagem de
manutenção nos berços 100 a 104. De forma simultânea foi realizado também o monitoramento
ambiental de todo o processo, em parceria com a Universidade Federal do Maranhão. As obras
incluem ainda a recuperação estrutural dos berços, pavimentação de vias de acesso e manutenção
das defensas e dos sistemas elétrico e de combate a incêndio.
A manutenção dos berços foi realizada em 48 horas de serviços: enquanto a dragagem retira do
fundo do mar sedimentos que vão se acumulando em razão de fatores naturais, como o
assoreamento, a batimetria faz o acompanhamento da profundidade dos berços e canal interno por
meio de equipamentos de ultrassom.
Trata-se de um serviço necessário, contínuo e obrigatório a todos os portos, exigido por lei para
garantir a segurança da navegação e manter condições originalmente licenciadas e/ou validadas
junto à Autoridade Marítima, que homologa os resultados finais.
“Esse serviço é necessário por contribuir para manter o nosso diferencial competitivo e mais
importante para garantir a segurança da navegação”, afirma o presidente do Porto do Itaqui, Ted
Lago.
Em agosto foram iniciadas as operações do Novo Tegram, que aumenta a capacidade de
escoamento total do Itaqui para 20 milhões de toneladas/ano. E está em fase de comissionamento
(testes) a nova estrutura do terminal da COPI, que elevará a capacidade de movimentação de
fertilizantes para 3,5 milhões de toneladas anuais. O aumento constante de movimentação e a
atração de novos negócios passa também pela manutenção da infraestrutura portuária, eixo
estratégico de ação da EMAP.